"A arbitragem online. Sonho americano ou ignorância tupiniquim?"

"(...) O Judiciário está incentivando o movimento arbitral. Em decisão recente, o STJ estabeleceu que o Judiciário não pode intervir em discussões que já estão em sede de corte arbitral, inclusive não podendo julgar ações cautelares para esses casos.

Cabe lembrar, apenas para informação, que as promessas da arbitragem são a rapidez, a menor formalidade, a economia e o sigilo (valioso para grandes corporações). Contudo, como é conhecido, o instituto da arbitragem ainda é esquecido por muitos. Alguns culpam a ausência de grandes/conhecidas cortes arbitrais, ou o velho desconhecimento das vantagens da arbitragem, algo que julgo incompreensível com o nível de informação dos dias de hoje.

A internet aparece no centro de quase todas as principais atividades. As relações estão cada vez mais internacionais e multi laterais. O acesso ao mundo nos dias de hoje vem através da internet, e todos temos, agora constitucionalmente falando, direito pleno ao acesso à justiça. A arbitragem promoveria a celeridade da resolução de diversos conflitos nos casos em que a lei permite, consagrando estes princípios básicos do estado democrático."

Com essa introdução, o advogado de Florianópolis Leonardo Forgiarini Guedes apresenta em seu artigo de 23 de novembro de 2012 no Portal Juristas diversos motivos pelos quais o desenvolvimento da arbitragem através da internet é algo extremamente lógico, adequado e até mesmo indicado.

Vale a leitura.

#arbitragemonline

Destaques
Notícias Recentes
Arquivo
Busca por Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
  • Wix Facebook page
  • Wix Google+ page

 

© 2018 ResolvJá - Todos os direitos reservados.

ResolvJá - Plataforma de resolução de conflitos online